Histórias: Por que são tão importantes na infância e como elas auxiliam no desenvolvimento das crianças até os 4 anos de idade

Você já teve experiências contando ou escutando histórias? Tenho certeza que sim!

contando-historias

As histórias encantam desde sempre. Desde pequenos nós vivenciamos, de uma forma ou de outra, experiências maravilhosas e únicas escutando histórias.

Quando pequena, eu adorava histórias. Adorava ouvir, adorar contar, adorava inventar. E ainda hoje eu prefiro aprender sobre alguns assuntos por meio de histórias.

Sim, as histórias nos dão liberdade para apresentar ou representar qualquer situação. Elas são uma ferramenta poderosa para levar qualquer indivíduo á reflexão de algum assunto.

O termo 'Contaçao de histórias'  não existe gramaticalmente na língua Portuguesa. Ele é uma expressão bem recente, traduzida e adaptada de países de língua castelhana, onde "cuentacuentos", pode significar tanto o ato de se contar histórias, quanto o próprio contador.

No entanto o termo é usado comumente no dia a dia, e não há nenhum problema se esse uso não representar um erro ortográfico, ou de construção verbal.

Você sabe como as histórias podem contribuir para o desenvolvimento do seu filho?


Então, continue lendo este artigo. Você vai aprender:

✓ Como a "contação" de histórias trabalha nas diversas áreas no desenvolvimento da criança?
✓ Como as histórias contribuem, fase a fase, para o desenvolvimento das crianças:
✓ Até um ano
✓ De 1 a 2 anos
✓ 2 a 3 anos
✓ 3 a 4 anos
✓ 5 dicas para você proporcionar um momento especial ao seu filho, ao contar-lhe histórias:

Se as histórias tem o poder de nos levar à reflexão de algo, é claro que você pode utilizá-las como ferramenta para ensinar qualquer coisa ao seu filho.

Como a "contação" de histórias trabalha nas diversas áreas no desenvolvimento da criança?

✓ Na formação intelectual, desperta o interesse pela leitura e estimula a imaginação por construção de imagens. Ajuda na compreensão da realidade x ficção, dos cenários, personagens e dos acontecimento narrados.

✓ Na formação da comunicação, pois estimula a criança na fala, levando-a a dialogar e a recontar a história para seus amigos, pais e demais pessoas do seu convívio. Essa interação também contribui na adaptação do convívio sócio-cultural,  pois  proporciona a criação de laços sociais e estimula o gosto pela literatura e pelas artes.

✓ A criança é beneficiada até mesmo no desenvolvimento físico-motor, pela  manipulação do corpo e da voz que o ato de ouvir e recontar as histórias proporciona.

✓ Ainda podemos evidenciar o fato de que, se contadas em casa pelos pais ou cuidadores, as histórias proporcionam um momento de interação familiar, criando e fortalecendo os laços familiares que são tão importantes no desenvolvimento da criança.

Como as histórias contribuem, fase a fase, para o desenvolvimento das crianças até os 4 anos de idade:

contacao-de-historias-e-desenvolvimento-infantil


⇒ Até um ano

Nessa fase as crianças precisam de livros que possam sacudir, morder, apertar, etc.., pois, com certeza elas testarão esse recurso com sua melhor arma, a boca :).

Leia interagindo com seu bebê. Mesmo que você ache estranho, ele vai ser capaz de captar as emoções do conto, e essa interação entre vocês vai favorecer o aprendizado das palavras.

De 1 a 2 anos

A partir de um ano os momentos de história ajudam no aprendizado do significado das palavras. Procure entender as dicas do seu filho sobre o tipo de livro e história que mais o agrada.

Você pode também contar a ele histórias da sua infância, mostrando fotos suas e da família. Isso ampliará o seu repertório de histórias e fará com que o bebê tenha cada vez mais interesse na atividade.

De 2 a 3 anos

Agora, a criança aprende a fazer de conta, fase que desenvolve a imaginação e o raciocínio. Nesta etapa as histórias representam uma importante ferramenta para estimular a criatividade e a fala.

Você pode convidar o seu filho a ser o narrador da história em algumas vezes. Faça perguntas e inicie uma conversa. Esse exercício será ótimo para ele entender o efeito de causa e consequência e ajudará na conexão e organização das ideias.

3 a 4 anos

Por volta dos 4 anos as palavras transmitem informações e ideias. A criança começa a perceber as etapas das histórias, sendo: começo, meio e fim. Antecipa os fatos e gosta de falar logo o que vai acontecer em seguida. 

Ela consegue perceber os sentimentos dos personagens e, por vezes, pode querer mudar o rumo das histórias, se é estimulada a isso.

Nessa fase a criança já consegue contar histórias usando as figuras dos livros. Quer “ler” sozinha, contando ela mesma as passagens daquele conto. A compreensão está mais apurada. 

Consegue reconhecer símbolos (logotipos, sinais etc.), algumas letras e pequenas palavras que vê escritas com frequência. Brincadeiras com rimas, trava-linguas, poesias e parlendas divertem e enriquecem esse conhecimento.

5 dicas para você proporcionar um momento especial ao seu filho, ao contar-lhe histórias:

cinco-dicas-para-contar-historias


1- Escolha histórias que vão interessar ao seu filho, mas a você também!

Se você se conectar com a história que vai contar, ela será interiorizada e sentida, e o resultado será muito mais interessante. Para crianças até 2 anos é importante selecionar livros com histórias e ilustrações de boa qualidade.

Cuide para que a história ensine algo ao seu filho, e não se preocupe em repetir várias vezes as palavras; esse é até mesmo um recurso interessante que favorece a compreensão. As crianças gostam muito de  histórias de animais.

2- Escolha objetos que podem ser utilizados para facilitar a interação com a história.

Roupas, chapéus, varinhas, capas, etc., podem favorecer para enfatizar a história.

Bonecos, fantoches e dedoches, músicas e objetos sonoros também podem contribuir com pausas e momentos encantados, dramatizando a cena. Porém, use esses materiais com sabedoria. 

Eles podem ser úteis, inclusive para a interação da criança, mas não podem retirar o interesses e atenção da criança principalmente pelo livro utilizado. A contação de histórias também tem a intenção de levar a criança a ter gosto pela leitura.

3- Olhe nos olhos de quem ouve a história.

É muito importante olhar nos olhos de quem ouve as histórias. O seu olhar pode sentir como a audiência está reagindo à sua narração. Quando utilizar bonecos e fantoches, faça-os também “olhar” para o seu público.

4- Seja claro e determine o ritmo da narração.

É importante ser bem claro ao pronunciar as palavras e definir se o ritmo da sua narração será mais lento ou mais rápido. Para isso é importante pensar em quem estará ouvindo a história.

Se a criança for muito pequena ela terá dificuldade em acompanhar se o ritmo estiver rápido demais. Porém, em algumas situação é interessante mudar o ritmo, para enfatizar passagens especiais com dramatização, gestos e até pausas.

Adequar a voz, barulhos e expressões faciais de acordo com os personagens da histórias também farão toda a diferença na narração.

5- Pode contar e recontar quantas vezes quiser!

Repetir histórias e cenas favorecem a compreensão e a memorização. Se a criança gosta e pede para recontar-lhe tal história, faça!

Utilize esse momento para estimular a fala e a organização das ideias. Pergunte para ela quem são os personagens, o que acontece com eles, e de qual parte da história ela gosta ou não gosta.

Aproveite e interaja, desenvolvendo uma boa conversa.


↳ Fontes de Referência:
>> http://www.overmundo.com.br/overblog/contacao-de-historias-e-desenvolvimento-da-crianca
>> http://www.tempodecreche.com.br/campos-de-experiencias-2/criancas-e-historias-uma-relacao-para-a-vida/
>> http://www.tempodecreche.com.br/ampliacao-de-repertorio/9-dicas-especiais-para-contar-historias/
>> http://www.contadoresdehistorias.com.br/dicas.html

𝌀


Então, por hoje é só!

E aí, o que você achou deste post? Me conte nos comentários, ficarei muito agradecida e feliz. Para comentar é só rolar a página um pouco mais 😊.


Obrigada por ficar até aqui comigo. Um grande abraço e até o próximo post!

𝌀



Receba nosso conteúdo em primeira mão na sua Caixa de Entrada
 e fique por dentro das nossas novidades!


Cadastre seu email e receba GRATUITAMENTE o nosso e-Book



0 Comments

Muito obrigada por visitar o meu blog e por se dispor a deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante pra mim!

Saiba tudo sobre o Ateliê na guia Sobre. E se quiser me enviar um email, acesse a página Contato | Clique aqui |.
Será um prazer receber e retornar sua mensagem.

Fique à vontade aqui.... Um grande abraço 😊